6 de fev de 2008

Saudade

Quando o primeiro instante da saudade se confunde, com o último ato daconquista tão desejada, palavras calam qualquer fala, e procuram negarqualquer desconforto sentido.É exatamente nesta hora da separação necessária, para a qual a vida fazanalogia com o nascer, que os significados do que fazemos, tem um sentido maior.O sentido de nos fazer perceber que a vida nos impõe o outro comoconvivência necessária e criadora. E indica calada e ao mesmo tempoansiosa, que seja breve a descoberta de que o saber é feito por muitasmãos e o Ser por cada toda emoção.Mas que também lhe tenha substância superior, cujo éter o eleve a olhar o caminho do ir e do chegar sem tropeços, que ignorem ao homem, sua condição de viajante em busca da perfeição.Agora em que nossos abraços são mais amigos e nossos corações maisenriquecidos, também é nossa a certeza dos motivos cumpridos!E como fala o poeta: "Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena..."

Um comentário:

Fadinha Sand disse...

No vai e vem ,no corre e corre do dia a dia,vou sentindo a brisa tocar meu rosto,e me deixa disposto,alutar por um mundo melhor,nas criança que sorri,no velho já cansado,no casal de namorados,vejo vida que emana feito a água que jorra ,....ah doce mistério é viver

Fadinha Sand