7 de mar de 2008

ÁRVORE

Estou paralisado como uma árvore
num verdadeiro embate contra o vento
rígido e forte preparado para o corte.

E quando esse dia chegar
espero nascer em outro lugar
em que só haverá primavera e luar.



Rafael de Paula

Nenhum comentário: