28 de mai de 2008

BRINDAMOS A VIDA

Hoje me embriaguei! Brindamos nosso destino
vinho tinto, a parecer sangue derramando sobre
meu destino, o vinho que virou vinagre.

Este vinho tão azedo, pôr tantos anos guardado
veio a ser transformado, eu a sentir seu sabor vim a perceber
que o sonho acabou ,o que tanto esperei só me trouxe dor.

Confusão! indecisão e conflito, o que era para ser
tão lindo, o tempo mais uma vez me enganou.
Eu a traçar meu destino insano.

Embriagada fiquei, não senti o sabor
deste vinho quente que me queimou por dentro.
Me deixou a cambalear sem rumo sem aconchego.
Este vinho assassino, que brindou o meu destino.

Eliza Gregio

Nenhum comentário: