30 de jun de 2008

FELICIDADE

O meu rosto não revela minha idade
porém nada deixo a desejar a maturidade
cumpro com meus deveres e obrigações
sem levar muito sermão de padre.

Com minhas idéias caminho
com passos de tartaruga
desdenhando de quem cedo madruga
para melhor apreciar a paisagem.

O que almejo é simples
não custa nada mas dizer que é raro
pode estar num casebre
ou numa casa hightec.

É a tão sonhada felicidade
tendo em mente que a lamentação
não venha malograr
a beleza de cada estação.


Rafael de Paula.

Nenhum comentário: