4 de ago de 2008

CRIANÇAD RUA

Olhar triste de criança
Me toca o coração
Seu olhar eu encontro
Só tristeza e solidão.

Seus olhos a pedir
Um pouco de acalento
Eu não vim a percebei
Que seus olhos quis dizer.

lagrimas em seus olhos brotou
Desamor tristeza e dor
Olhos implorando amor
Neste mundo sem solução.

Andando e dormindo ao relento
Fedendo e ferido e remelento
Nojento rejeitado pelo mundo.

Sofrimento a alma não entende
E apenas uma criança carente
Sobrevive do lixo do mundo.


Eliza Gregio

Nenhum comentário: