4 de set de 2008



ANGEL


Brilhante brutos a nascer
Em terrenos sedentos
Que vem ao mundo, sem brilho
Descoberto esta, com seu destino traçado.

Para o mundo, ela foi encontrada
Entre as mãos de um anjo e levada
com carinho, leva cada pedrinha em seu caminho.

Mãos humilde e simples, com olhar abençoado
Fazem deste brilhante o mais belo enamorado
Observa com carinho, fica a olhar de mansinho.

Lapida com o coração, e a sentir com a alma
O que encontra na multidão, pega entre suas mãos
Fica a lapidar aos pouco! E um brilhante se transformando.


ELIZA GREGIO


Homenangem a Kênia Bastos

Nenhum comentário: