23 de nov de 2008

SANTA CEIA

Meu pescoço exposto
Posto numa bandeja
Servido à mesa
Com champagne e caviar.

Os claros punhais
Dos teus dentes
Em minhas veias.
Um fio de sangue. . .
E o corpo como sobremesa.

Nossos corpos nus
Expostos
Postos sobre a grande mesa
Regados à champangne
E devorados eroticamente
Por nós mesmos.

Macário Ohana Vangélis

Nenhum comentário: