17 de jan de 2009

Inebriante

Não tens os olhos mais belos que já vi,
nem tens o sorriso mais doce que pude apreciar...

Porém, estranhamente,
a combinação de teu olhar com o teu sorriso
vem a ser a paisagem mais inebriante
e mais estarrecedora
ao qual já pude vislumbrar,

capaz de me manter em devaneios por horas...

e me fazer perder os sentidos por séculos.

(Eduardo Santos - eduardo@agni.art.br)

Nenhum comentário: