3 de jan de 2010

casa dos mortos




Edson Bueno de Camargo

lendo José Carlos Mendes Brandão


a pedra canta o hino dos mortos
e de minha tíbia
faz uma flauta

o poeta encantou os meus dedos
pendurei um osso na orelha

a poesia agora sussurra
como a chuva

Nenhum comentário: