8 de mar de 2012

Música Fábula Cantada / de e por O.Heinze

Fábula Cantada
(letra e música de O.Heinze)

Fui a pé até um ponto de aluguel
e aluguei um alazão alado
me mandei pras bandas do outro lado
onde as coisas são livres de si.

No vale das cores o realejo das flores
sorteou que meu amor virá me resgatar;
na nuvem da maior paz o anjo da luz lilás
passou qual é a senha das portas sem problema.

Ao regressar o cavalo cansou
parando para repousar na lua
e de lá olhei a minha rua
notando o quanto ela estava triste.

Pedi ao dragão da lua que enviasse à minha rua
energias de grande festa, gente feliz a beça;
e que os foliões levassem apitos e balões
e os doces palhaços flores e abraços.

Nesse meio tempo o cavalo acordou
e respeitosamente perguntou
se o senhor dragão poderia conceder
também alguns pedidos para ele.

Pois também queria fazer festa, ir na rua ouvir seresta,
brincar com as crianças, participar das danças;
ver fogos de artifícios, circenses nos exercícios,
confetes e serpentinas, mágicos e bailarinas.

Então o dragão realizou todos pedidos
e a rua virou um palco colorido;
e é isso que por ora tenho pra contar
desse dia em que eu vivi no meu sonhar...

lá lá lá lá lá lá lá...

video

Nenhum comentário: