9 de fev de 2008

O CORAÇÃO QUE TE DEDICO

Mercêdes PordeusRecife/Brasil

O coração que te dedico não é puro
Hás de compreender da vida os apuros
Mas, é sempre um aprendiz, eu te juro.
Para que não se deixe pulsar no obscuro.

O coração que te dedico não guarda segredo
Aprendeu a transformar a dor em brinquedo
Com as dores já começou a lidar muito cedo
Por isso, acostumou-se a banir de si o medo.

O coração que te dedico é o coração que te ama
Com a sua grandeza ele mantém acesa a chama
E quando pulsa é porque esse amor proclama
Se não for atendido, com docilidade reclama.

O coração que te dedico não é covarde
Obedece a uma chama interna que arde
Por vezes ele acelera provocando alarde
Ao se acalmar, a tranqüilidade lhe invade.

O coração que te dedico é constante
Não oscila sem ritmo a todo instante
Mesmo ele sabendo que estás distante
Ainda assim sente que estás presente
O coração que te dedico é humano

Ele não guarda rancor nem engano
Compadece-se do irmão em abandono
Na sua dor se irmana com retorno
É esse o coração que te dedico verdadeiramente
Se o aceitares nos transformaremos lentamente
E com o seu palpitar viveremos intensamente
Com ele morreremos, porém metaforicamente.

Em 19/07/2007

Um comentário:

Maria Jeremias dos santos disse...

OLÁ POETISA MERCEDES

VENHA DECLAMAR NO SARAU DO BECO DOS POETAS E MOSTRAR TODO ESSE TALENTO INVEJÁVEL DA POESIA. SERÁ DIA 22 DE MAIO, SEJA NOSSA CONVIDADA ESPECIAL.

GRANDE ABRAÇO DE MARIA JEREMIAS DOS SANTOS- APRESENTADORA DO SARAU MATINAL DO BECO DOS POETAS
WWW.BECODOSPOETAS.COM.BR
TEL 50212233