22 de mar de 2008

Ah... Tua alma

Pensas que podes
esconder de mim tua alma?
Ora! Posso pressenti-la;
quando na tua alegria
esqueces do mundo a rodar...
rodar livremente a beira-mar;
e ainda posso pressenti-la
quando improvisas de repente
cantarolando contente
repertórios de teu âmago.
E quer saber?...
Já conheço tua alma a fundo
quando no teu olhar profundo
mergulho com minha inocência
saindo deste focado mundo
para tua transparência...


Osvaldo Heinze

Nenhum comentário: