24 de mar de 2008

Coração noturno

Vagando na noite e no silêncio
Sem ruídos no escuro
Encontrei a rejeição e a tristeza
Serenas e a sós, esperando por ninguém

Vagando na noite, encontrei a solidão
Que rejeitou minha companhia, mas,
Foi-me de alguma serventia...

Vagando na noite encontrei o medo,
com quem, fui ter]
Nada demais, já éramos velhos amigos, poucas novidades
velhos costumes]

Vagando na noite encontrei o dia,
encontrei a luz, o fim do túnel...
Só não encontrei palavras para explanar.
Ficaram com a noite que me cobrou caro o passeio
e a companhia]

Marcelino 24/03/08

Nenhum comentário: