2 de mar de 2008

Maria gostosa

Maria gostosa vai à feira toda enfeitada
e toda esnobe, trata coom indiferença
os galanteios dos feirantes.

Canta suas alegrias no bar da esquina
e quando está triste faz uma elegia.

Desperta as paixões mais arrebatadoras
não tendo piedade de seus pretendentes
tratando-os como insolentes
e desmerecedores de sua presença

Porém, numa fase de melancolia
raramente sai de casa
curtindo sua fossa pela vida.

Cansou de ser sexy
e seu rostinho bonito
tomou ares sombrios
e ninguém mais a reconhece.

Quando dará o ar da graça?
Quando pretende desfilar para seus admiradores?

Maria não se cuida e nem come direito
não vai ao cabelereiro há muito tempo
está empenhada em questões existenciais e filosóficas,
não atendendo ninguém que bate a sua porta.

" A beleza passa, a inteligência fica"
assim pensa Maria
decidida em mudar os rumos de sua vida.

A rotina a incomoda
o tempo passa sem demora
e assim, Maria deixou de ser gostosa.


Rafael de Paula

Nenhum comentário: