31 de mar de 2008

Ser Feliz

Tanto amor perdido
Na terra prometida
Tanto amor prometido
Numa terra perdida
Tanto combustível gasto
Pra se viver a vida
Tanta vida gasta pra se fazer gasolina

Tanto ouro gasto pra se fazer um colar
Tanto colar gasto pra poder amar
Tanto amor desperdiçado pra ser feliz
Tanta felicidade fingida com quem nunca se quis
Ser feliz Ser feliz

Tanta inteligência gasta pra se conhecer
Tanto conhecimento pra se evoluir
Tanta evolução feita pra se destruir
Tanta destruição feita pra ser feliz
Ser feliz Ser feliz

Tanta proparoxítona pra se acentuar
Tanto assento pra se sentar
Tanta gente sentada pra decidir
Como a gente vai ser feliz
Ser feliz Ser feliz

Marcelino

Um comentário:

Osvaldo Heinze disse...

É amigo... Pensa que é fácil ser feliz?
Tem que se dançar miudinho! rsrs
Gostei do teu poema, viu?!
Mostra essa nossa realidade cotidiana. E para se chegar no quê afinal?
Continue postando amigo!
Abraços!!!