4 de abr de 2008

Cidade dos sonhos

São Paulo cidade dos sonhos
Sonhos de todos; morar aqui.
Vim em busca de sonhos insanos.

Achando que tudo é lindo
Mundo das oportunidades
Quando chega começa os pesadelos.

Correndo atrás de esperanças insanas
Pois aqui nada se encontrará de bom
Só fome, violência, sofrimentos e morte.

Cidade de pedras de corações gelados
Onde a piedade passa longe
O amor das pessoas esfria.

Cidade que tomou minha juventude
Que tirou meu jardim de flores.
Hoje o tempo passou, e meus sonhos não bastaram.

Sonhos insanos se concretizaram nesta cidade de pedra ficou.
Tenho tudo e não tenho nada
Tenho medo de tudo, até de meus sonhos
Que virou- pesadelos.

Tudo aqui é pesadelos, morando atrás de grades
Uma prisioneira sou! neste mundo cinzento
Estou sufocada sem ar, sem sol, chuvas ácidas
a cair sobre nós.

Voltar para meu sertão, não posso não
O tempo passou, minha raiz se concretizou.
Neste chão de cimento, eu plantei minhas sementes
Pra que meus sonhos ainda deixem de ser insanos.


Eliza Gregio

Nenhum comentário: