24 de abr de 2008

DEVANEIOS

Sou levado aos dominius de Morfeus
Recebo a chama de Proteus.
Passeio no palácio de Hera
Atlas sustenta a esfera.

Impulsionado sou a beijar Atenas
Antes que venha as Camenas.
Vivo no divã da utopia
Orfeu tange uma bela melodia.

O Hades não tem poder
Perséfone revela o que fazer.
Navego como tivesse o dom
Percebo que é Pdseidon

Sinto a robustez de mil Titãs
Meus adversários parecem com Pã.
Fui dotado com asas de Ícaro
De longe observo o monte Olimpo.

Tenho um elo de amizade com Perseu
Fico sabendo que seu pai é Zeus.
Eros atira suas flechas nas Musas
E quem diria a seta traspassa Meduza.

Olhos de rapina focaliza um combate
O grande campeão é Marte.
Vênus me abraça e acaricia com sussurros
Uma mão toca em meu ombro, sim Saturno

Nenhum comentário: