14 de mai de 2008

ANÁRQUICA CONDIÇÃO

Uma idéia imprecisa, um suspense, um sofreguidão
Desencadeou uma forma incorreta de artesanar
O corpo que é o instrumento da mente, o seu lar
Determinou que o movimento do vento dá vasão.

O leve balaio que leva o alívio deste corpo/ação
É o balaio de que saio pra livrar-me do cercear,
Que o sistema me condenou para me aprisionar,
Como aprisionei por tanto tempo meu coração.

Deito-me tranqüilo sobre as rodas de Sol a Sol.
Levanto-me pleno para esbravejar meu grito.
Qual mutirão criará vida por este deserto atol?

Senão o mesmo mutirão que tirou o formol
Que matava o ideal mais simples e bonito:
Que é o presente imediato do seu lúdico sorriso.

Chris Clown Oliveira

Nenhum comentário: