14 de mai de 2008

DIM DIRLIM BIM BIM

Não há segredos na cartola, não há mágica.
A vida nos parece um instante de martírio,
Parece que estamos aqui e em pleno exílio;
Quando carecemos de uma paixão caustica.

Não há soluções inusitadas para as lastimas
Que não seja o enfrentamento deste idílio.
Não há como negar que aqueles empecilhos
È que farão gozar a alegria em suas lágrimas.

Não há como sofrer sozinha por aqueles,
Que não sofrem com você o que por ele
Foi uma fábula inserida na aventura.

Mas não há como viver em pleno orgasmo
Se da vida não viver seus pleonasmos
E saber que eles são truques, travessuras.

Chris Clown Oliveira

Nenhum comentário: