19 de mai de 2008

PROVAÇÃO

PROVAÇÃO
Obrigado o pai por sua infinitaBondade,
a me trazer tantas felicidades.
Leva-me esta enfermidade trazendo
me alegria de viver.
E meu porto seguro e a razão deeu viver,
sei que sou provada pelo mal
por ferro e fogo, sempre levanto e corro.
Não deixo o mal predominar meu ser
E que pela carne, me faça sofrer.
Tenho tantas felicidades a Viver.
Mais que começa tão tarde e quer acabar tão cedo.
Tira-me do laço do passarinheiro.
Carrega-me em seus braços e me deixa viver.
Eliza Gregio

Nenhum comentário: