12 de jun de 2008

FOI MELHOR ASSIM

Quando te vi no bar, rindo e brincando
entre amigos, estranhos para mim
Me perdi nos teus olhos, fui ficando
sem rumo, sem princípio, meio ou fim.

Qual seria o teu nome, a tua idade
que pensarias tu caso soubesses
deste pobre poeta, da ansiedade
dos seus sonhos, desejos, suas preces?

Mais foi melhor assim
Tu foste embora, eu paguei minha conta, e sem demora
fui pra casa dormir nos braços teus.

Esses seus braços que eu só tive em sonhos
Pensamentos sublimes, bons, risonhos
Eu não te conheci, não houve adeus.

Castelo Hanssen

Nenhum comentário: