5 de jun de 2008

Ressurreição

As flores estampadas
neste jornal antigo
já estão desidratadas
pelo tempo de castigo.

Nem sei em pastel
qual cor mais triste
o cinza no céu
ou já no jornal
o amarelo que existe.

Eis que a chuva cresce.
Cubro-me com o jornal
que, penso, agradece
em absorver o temporal.

Quando acho um abrigo
e chacoalho o jornal
quem creria nisso???
Do jornal escorrido
caíram flores com viço...


Osvaldo Heinze

Nenhum comentário: