31 de ago de 2008

Vaso da janela

No peitoril da janela
continua o mesmo vaso
dando linda e amarela
flor para o acaso.

Queria ser esse vaso
importante da janela
mas sou só poeta raso
não tendo flor singela.

Pois que guardo tanto amor
neste eu, vaso humano
e na rua passa a flor
nem sabendo quanto à amo...

Osvaldo Heinze

Nenhum comentário: