31 de out de 2008

AMOR

Como dádiva vem o amor
entrelaçam nossas almas
Trazendo a essência divina

como flocos de algodão
O amor não se impõe
Ele une, compreende,
perdoa e enseja felicidade

É como uma plantinha
Tem o tempo certo para
florescer, terá para amar
com a alma livre...Assim
como fazer poesia.

Sentimento leal e puro
Como ar que se respira
Toca em nossos corações
Como águas cristalinas.

(Eliza Gregio e Graciela da Cunha)
31/10/08
Respeite Autoria



Nenhum comentário: