5 de dez de 2008

TERROR!

TERROR, TERROR
TRIBULAÇÃO

A bala cortando o ar
O corpo jazendo no chão

ônibus queimando
e inocentes pagando
o preço de se tentar viver

Quem está livre,
está preso dentro de seu próprio lar

Quem está preso,
está livre pra mandar matar

Pra saquear
acabar com a paz

Paz?

Que paz além
Da que os mortos tem

Que vida é essa
Que bem depressa
Pode acabar

Se um preso for transferido,
se o governo não cooperar?

E aqueles que são pagos
para nos proteger,

são os primeiros a correr
se escondendo com medo
do que possa acontecer

Não precisamos da Al Qaeda
Nem da guerra do Bush

O terror está aqui:
a nossa porta,
a nossa espreita,

como um leão que ruge

(referente ao ataque do PCC em São Paulo)

Nenhum comentário: