26 de abr de 2009

SOBRAS

Vivemos num mundo complexo
Em que o nexo das coisas
Parecem indefinidades
Como uma partida de futebol
Em que a torcida não chora nem vibra.

E toda essa apatia
Revela a falta de ideologia
Que falta as nossas pessoas.

Há quem chora de fome
Há quem chora por champanhe
Há aqueles que não tem voz nem vez
Vivendo com as esmolas
Fazendo das sobras seu prato principal.

Nenhum comentário: