16 de jun de 2009

Assim é a vida.

Sentir a palavra de afeto
Degustar o prato indigesto
A vida é de alegrias e tristezas
E não é diferente com ninguém.

Uns extrovertidos outros introvertidos
Uns modernos outros conservadores
E creio que nada foi diferente
A única coisa que muda é o tempo
Fazendo com que a gente envelheça
E lá no final da vida
Recordaremos de tudo que fizemos.

Nossa infância deveria ser só brincadeira
Nossa adolescência se afloram as dúvidas e incertezas
E na fase adulta tomamos juízo ou não.

A natureza nos iguala
Pouco importa o cargo que ocupa
Pois a sete palmos do chão
Ninguém ligará qual foi sua ocupação.

De todas as mentiras
A única que faz bem são as sociais
Das verdades só aquelas que edificam
As pessoas que estão ao seu redor.

Pois se você não tem piedade pelo seu próximo
Será crucificado em uma causa nada nobre
Crendo que está acima do bem e do mal
E chegará a conclusão de que isso são quimeras
Que nortearam sua vida.

Nenhum comentário: