15 de jun de 2009

NARCISO

A sua ira
Não me irrita
Pois Narciso
Se acha tão bonito
que prefere ficar a contemplar
a sua imagem refletida
e tornar-se um vegetal.

Alheio e com desdém
Diz amém as suas próprias vontades
e se torna um verdadeiro autista
vivendo em seu mundinho
na qual o afeto é direcionado
ao seu próprio umbigo.

Nenhum comentário: