7 de jun de 2009

Sugismundo

Temos que aparar uma aresta
E dar uma festa para comemorar.
Mesmo que isso acabe em barraco
Pois, o importante é festejar.

Luzes, risadas e piadas
Não sei se o tamanho do meu sorriso
É aquilo que está em meu interior.

Tudo é meio confuso
De poeta a vagabundo
Desconheço meu ofício
E sigo meu caminha como Sugismundo.

Nenhum comentário: