13 de ago de 2009

Eco algemado


Eco algemado

Completei-me...
De um vazio que me invadiu,
De uma dor que me tomou,
De uma saudade que me transbordou!

Meu corpo gritou,
Minh’alma chorou,
E meus sentidos confundiram-se!

Calafrios de febre me incendiaram,
E uma enorme sonolência me entorpeceu.

Quanta saudade do amor meu!

Meu corpo reclama,
Minh’alma se inflama,
E nas lágrimas minha dor se esparrama!

Quanta saudade do homem que me ama!

Rosane Oliveira

Nenhum comentário: