13 de out de 2009

Poema dedicado aos meus melhores amigos,
Dedé, Érica, Vitor e toda família, em homenagem ao nascimento do Vitor!!!

Descuido nosso deixar uma amizade crescer assim
E hoje não tem mais como voltar atrás
Da minha parte não há porquê ter fim
E sim na verdade crescer cada vez mais

Vamos seguindo caminhos diferentes e iguais
Iluminados pelo brilho do ouro do Bonfim
Tem mais um personagem pra trazer nova paz
Outro motivo pra gastarmos nossos risos de marfim

Realizando sonhos e registrando nossa história
É engraçado lembrar de tudo que aconteceu
Rir depois de tanto tempo das nossas memórias

Inspirados pelo anjo que nesta quarta-feira nasceu
Calo-me pois as palavras já não dizem nada agora
A distância elimino com a irmandade que a gente teceu

Marcelino

Nenhum comentário: