7 de fev de 2008

TENDES COMPAIXÃO

Tendes compaixão por quem sofre
E numa agonia inconcebida
Revela sua dor como um cofre
Aberto ao longo da vida.

Tendes compaixão por quem grita
E em seu silêncio assustado
Procura um remédio à aflita
Dor que o fez ter gritado.

Tendes compaixão por quem vive
Pois viver é uma imensa dor
É a porta aberta do esquife
Que não ouve nenhum clamor.

Marcus Di Philippi

Nenhum comentário: