17 de fev de 2008

Vivo Porque Insisto

Busco, mas não alcanço
Quero não consigo
Vivo sem esperança.

A vida e cruel
A vida bate
A vida ensina
Assim e a vida

Sempre um caminho;
Uma, procura constante
Horizonte sem fim.

As vezes encontramos
Momento felizes;
As vezes pensamos
Felicidade, existe.

Logo perdemos
Tudo passa
Como, águas corrente;
Alimentando os campo
matando lhe a cede.

Sempre seguindo, nunca
parando um momento, infinito.

escrito por eliza A . G. gregio 3/01/2008

Nenhum comentário: