9 de abr de 2008

VELHICE

A idade chega
a vontade não é a mesma
perdendo vigor
e tratando com rigor
das plantas do quintal.

Nos sonos prevalecem os sonhos
e na minha memória
prevalecem as estórias alegres
de tempos irrecúperáveis.

E a saudade desmedida
faz com que meu coração vibre
de contar os segredos
que ainda não revelei.

E com a coluna encurvada
de mão calejada
e a vida surrada
faz pensar
de que recordar é viver.


Rafael de Paula.

Nenhum comentário: