22 de mai de 2008

UM SONHO REAL

Hoje eu acordei
No meio da madrugada
Sem nenhum pingo de sono

E olhei para ela
Deitada de olhos fechados
E senti algo estranho

Foi algo que queimou
Bem no meio do meu peito
Ao vê-la bela, singela!
Deitada em nosso leito

Eu senti uma quentura
Como se fosse explodir

A realidade é um sonho
E eu não quero acordar

Quero apenas lhe olhar
Lhe contemplar
E voar

Nessa doce realidade
Onde a felicidade
Vivi a me acompanhar

Não é algo pra ser dito
Talvez, nem pra ser mostrado,
Mas para apenas ser sentido

E foi isso que eu fiz
Quando, totalmente feliz,
Eu fiquei ali, parado,
De madrugada acordado
Sonhando ao vê-la sonhar

Então desliguei as luzes
Sem fazer nenhum barulho
E fiquei a orar calado
Enquanto estava acordado

Para que desse lindo sonho
Eu nunca venha a acordar.

Nenhum comentário: