22 de jun de 2008

EXISTÊNCIA

ânsia das coisas fugidias
através de muitas idéias
produzir um pensamento
e através de um único pensamento
ter na vida um objetivo...
horizontes ao contrário
de toda imagem e semelhança
sobre a humanidade
criaturas a existir sem sentido,
Sol e Lua em contraste
com toda esperança
e pessimismo das pessoas
já não se vê tão real aquela palavra poética
que transcendeu o curso dos tempos...

amor,
estrela de muitas noites
noites arábicas a brilhar
e recordar a beleza da vida
em um mundo arcaico
desprovido de ciências
mas abundante de sentimentos íntegros

fugiu,perdeu-se
nas mil e uma noites dos tempos?

a globalização traz a idéia
que em guerra se consome
na era cibernética
na ânsia de ter
cada vez mais leva consigo a idéia
de que tudo que cerca
far-nos-á pessoas melhores
caos de toda ignorância
da vida se mecanizando
em constantes noites
para um amanhecer incessante
eis a rotina que tenho da vida
desde a aurora da minha infância
quando vim a este mundo...

Ederson Rocha

Nenhum comentário: