17 de jul de 2008

Almas separadas

Vivo a procurá-lo,Você nunca vai me completar.
Onde foi parar a metade Que me vem faltar?
Destino triste incompleto vive

Sempre em mim faltando algo que não encontro.
Bate a solidão.
Junto vem o vazio,a mágoa de ser tão dividida
Em dois mundos tão vazio.

Bate coração! Dividido pelo destino
Que morre separado entre a humanidade
e eu, a viver este sentimentos - sozinha.

Eliza Gregio

Nenhum comentário: