24 de jul de 2008

Chernobyl

De uma Chernobyl
Que agoniza
Os últimos instantes de vida
Semelhante a Terra
O planeta entre maremotos
E efeito-estufa
Sob o clima árido e nível cultural
Das pessoas que não vêem

A arte fragmenta e se dissipa
Mas respira na utopia...

Ederson Rocha

Nenhum comentário: